Cirurgias Estéticas

O que é a cirurgia estética?

A cirurgia estética é um ramo da cirurgia plástica, orientado para a busca da perfeição das formas e não para melhorar funções ou tratar doenças. Os indivíduos que recorrem a este tipo de cirurgia, têm o desejo de melhorar a sua aparência, pretendendo por exemplo, eliminar defeitos de pele, alterar o aspecto de uma cicatriz, a forma ou tamanho do nariz ou das mamas.

Procedimentos

Também conhecida como blefaroplastia, a cirurgia de pálpebra melhora a aparência das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas. A cirurgia proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta.

A blefaroplastia superior remove o excesso de depósito de gordura que aparece como inchaço nas pálpebras superiores, a pele frouxa ou flacidez que cria dobras ou incomoda o contorno natural da pálpebra superior, às vezes, prejudicando a visão.

A blefaroplastia da pálpebra inferior remove o excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior, as bolsas sob os olhos e também a queda das pálpebras inferiores.

A cirurgia de aumento de mama utiliza implantes para dar volume aos seios ou restaurar o volume mamário perdido após perda de peso ou gravidez. Se você está insatisfeita com o tamanho da sua mama, a cirurgia de aumento de mama é uma opção a ser considerada.

O aumento de mama pode aumentar o tamanho e projeção de seus seios, melhorar o equilíbrio de seu corpo, melhorar a sua autoestima e autoconfiança.

A mamoplastia de aumento não corrige seios severamente caídos. Se você deseja um resultado que corrija a flacidez, o procedimento de elevação da mama pode ser realizado ao mesmo tempo que o aumento de mama.

Mesmo mantendo hábitos saudáveis, boa alimentação e uma prática de exercício físico, algumas pessoas ainda podem ter um corpo com contornos desproporcionais devido a depósitos de gordura localizada. Isso pode ocorrer em virtude de características genéticas, falta de controle do peso ou de atividade física.

A lipoaspiração, também conhecida como lipoescultura, remodela áreas específicas do corpo, removendo esses excessos de gordura, melhorando o contorno corporal e sua proporção.

A lipoaspiração pode ser usada para tratar acúmulos de gordura em várias partes do corpo, incluindo coxas, braços, pescoço, cintura, costas, parte medial do joelho, peito, bochechas, queixo, pernas e tornozelos, respeitando o limite de segurança de retirada de gordura de 7% do peso corporal.

A lipoaspiração não é um tratamento para a obesidade e não substitui a prática de exercício físico e bons hábitos alimentares. Indivíduos com áreas de gordura no corpo e que se exercitam regularmente são os melhores candidatos a este procedimento.

A cirurgia da orelha, também conhecida como otoplastia, pode melhorar a forma, a posição ou as proporções das orelhas e está indicada para orelhas proeminentes ou salientes.

A cirurgia corrige um defeito na estrutura das orelhas presente desde o nascimento, que se torna aparente com o desenvolvimento, ou trata orelhas deformadas causadas por lesão.

A otoplastia cria uma forma natural, dando equilíbrio e proporção às orelhas e à face. Correção de deformidades menores pode beneficiar a aparência e a autoestima.

Ter um abdômen liso e tonificado é algo que muitos de nós se esforça para ter através de exercício físico e controle de peso. No entanto, às vezes, essas atitudes não são suficientes para que alcancemos nossos objetivos. Mesmo pessoas com peso corporal e proporção normais podem desenvolver um abdômen frouxo e flácido, sendo as causas mais comuns: gravidez, envelhecimento, oscilações significativas no peso, hereditariedade e cirurgia prévia.

Nesse caso, é recomendado a cirurgia abdominal, um procedimento em que se remove o excesso de gordura e de pele e, na maioria dos casos, restaura os músculos enfraquecidos ou separados, criando um perfil abdominal mais suave e tonificado.

A lipoaspiração não é um tratamento para a obesidade e não substitui a prática de exercício físico e bons hábitos alimentares. Indivíduos com áreas de gordura no corpo e que se exercitam regularmente são os melhores candidatos a este procedimento.

Os seios da mulher muitas vezes mudam com o tempo, perdendo sua forma jovem e firmeza. Estas alterações e perda da elasticidade da pele podem ocorrer devido a gravidez, amamentação, oscilações de peso, envelhecimento, gravidade, hereditariedade, etc.

Comumente referida como cirurgia de lifting de mama, a mastopexia reposiciona a aréola, removendo o excesso de pele e comprimindo o tecido para compor o novo contorno da mama.

Em alguns casos, a aréola torna-se alargada ao longo do tempo e a mastopexia poderá reduzi-la.

O procedimento pode ter um caráter rejuvenescedor, já que o perfil conseguido no pós-operatório é o de uma mama jovem e firme.

Tecnicamente conhecida como ritidoplastia, a cirurgia da face é um procedimento cirúrgico para melhorar sinais visíveis de envelhecimento no rosto e no pescoço.

Indicado em casos de flacidez no terço médio da face, vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores, vincos profundos ao longo do nariz que se estende ao canto da boca, gordura que tenha baixado ou tenha sido deslocada, perda de tônus muscular na face inferior (podendo causar papada), pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula.

A ninfoplastia, também conhecida como cirurgia íntima, é a cirurgia plástica de redução dos pequenos lábios vaginais. Nela é retirado o excesso de mucosa do local devolvendo o aspecto natural da genitália feminina.

Durante a puberdade, as mulheres podem ter um desenvolvimento anormal dos pequenos lábios vaginais, adquirindo tamanho desproporcional que por vezes tornam-se maiores que os grandes lábios. Além do desconforto estético pelo tamanho excessivo, o problema pode causar danos de ordem funcional, dificultando a higiene, a ventilação do local e trazendo incômodo durante as relações sexuais.

Seios excessivamente grandes podem causar, em algumas mulheres, problemas emocionais e de saúde. O peso do tecido mamário em excesso pode prejudicar sua capacidade de levar uma vida ativa. O desconforto emocional e o autoconhecimento, muitas vezes, associados a seios grandes e caídos, é um problema para muitas mulheres, pois podem causar incômodo e dor.

Também conhecida como mamoplastia redutora, a redução de mama remove o excesso de gordura, o tecido glandular e a pele para atingir um tamanho de mama proporcional com o seu corpo e aliviar o desconforto associado com seios muito grandes.

Lifting de braço, também conhecido como braquioplastia, reduz o excesso de pele e de gordura entre a axila e o cotovelo, remodela o braço deixando a pele mais lisa e com contornos suaves, resultando em aparência tonificada.

Oscilações no peso, envelhecimento e fatores hereditários podem fazer com que os braços fiquem com aparência flácida. O exercício pode fortalecer e melhorar o tônus muscular do braço, mas não trata o excesso de pele que perdeu elasticidade ou os tecidos subjacentes enfraquecidos e a gordura localizada.

O lifting de coxa remodela as coxas, reduzindo o excesso de pele e, em alguns casos, a gordura, resultando em uma pele mais lisa e contornos mais proporcionais das coxas e dos membros inferiores. Está indicada quando o exercício físico e a perda de peso não foram suficientes para se obter um corpo mais firme, mais jovem e mais proporcional à imagem corporal.

A face apresenta uma anatomia complexa e entre suas múltiplas e delicadas estruturas, há diversos compartimentos de gordura, que funcionam como coxins de proteção. Entre estes compartimentos, existe um que se estende quase que ao longo de toda a superfície lateral do rosto, em plano profundo, desde a têmpora até próximo à mandíbula, recebendo o nome de Bola ou Bolsa de Bichat (em homenagem ao anatomista francês que primeiro o descreveu).

Na região do “oco” da cavidade oral (região das bochechas) é onde apresenta maior espessura, podendo, quando em grande volume, dar aspecto mais arredondado ao rosto (com importante componente genético). A bichectomia é o procedimento que faz a retirada cirúrgica de parte desse compartimento de gordura, visando modificar afinando o contorno facial.

A gluteoplastia está indicada para todos aqueles que queiram aumentar ou modelar o bumbum. Em geral, a indicação é para nádegas pequenas, com formato achatado ou que apresentam flacidez e perda de sustentação.

O implante é realizado com anestesias locais (raqui ou peridural) ou anestesia geral. “O procedimento exige ao menos um dia de internação e deve ser realizado em ambiente cirúrgico, com duração aproximada de uma hora e meia”, explica o cirurgião plástico Ruben Penteado, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

É realizada uma incisão com cerca de cinco a seis centímetros no sulco vertical que fica entre os glúteos, e através desta são introduzidos os implantes direito e esquerdo. A prótese é posicionada dentro do músculo glúteo maior, numa posição anatômica. Por ser um local de pouca visibilidade, exatamente entre as nádegas, é difícil observar a cicatriz, que fica na altura do cóccix.

Este é um procedimento simples que envolve pequenas incisões abaixo da dobra dos joelhos. Da mesma forma que em uma mamoplastia de aumento, um “bolso” é desenvolvido para receber a prótese. No entanto, ao contrário do aumento das mamas, a prótese é colocada acima do músculo, nunca abaixo dele.

A indicação é para as pessoas que possuem pouca projeção na região da panturrilha e querem ter uma melhora estética na área, aumentando o volume, tornando o contorno das pernas mais harmônico. Após dois meses da cirurgia a forma estará praticamente pronta, porém o resultado definitivo será depois de seis meses.

Também conhecida como mentoplastia é um procedimento cirúrgico para remodelar o queixo utilizando implantes (aumento) ou o próprio osso, por intermédio de fraturas que podem avançar ou recuar o mento.

Esta cirurgia ajuda a proporcionar equilíbrio harmonioso às características faciais, e muitas vezes pode ser associada a procedimentos no nariz, de modo a atingir proporções faciais equilibradas e obter um resultado mais satisfatório. Isto porque o tamanho do queixo pode aumentar ou diminuir o tamanho percebido do nariz.

Esta cirurgia ajuda também a proporcionar equilíbrio harmonioso de suas características faciais, para que se sinta melhor com a sua aparência.

Agende uma consulta